Fugas - notícias

A nuvem da erupção do Grímsvötn às 22h00

A nuvem da erupção do Grímsvötn às 22h00 Icelandic Met Office

Erupção de vulcão condiciona espaço aéreo islandês

Depois de no ano passado o Eyjafjallajokul ter pertubado a aviação, um vulcão vizinho, o Grimsvotn, o mais activo do país, está agora a condicionar o espaço aéreo islandês. Segundo o instituto meteorológico da Islândia, a erupção não deverá, porém, repetir os transtornos generalizados registados em 2010.

Cinzas vulcânicas já só afectam a Escandinávia e devem dissipar-se hoje

Aeroportos do norte da Alemanha reabrem após passagem de cinzas vulcânicas

Vulcão islandês anula voos, milhares de passageiros bloqueados na Escócia

O maior aeroporto islandês está encerrado e espera-se que, ao longo do dia, outros aeroportos venham a fechar, indica a Reuters. As cinzas vulcânicas elevaram-se a cerca de 20km, sendo que o Grimsvotn fica a 50km do Eyjafjallajokul, cuja erupção em 2010 levou a encerrar praticamente todo o espaço aéreo europeu, provocando o caos nos aeroportos. Não se espera uma repetição do sucedido, já que "as cinzas do Grimsvotn são mais grossas e não são tão perigosas"; "caem ao chão mais rapidamente e não ficam tanto tempo suspensas no ar como aconteceu durante a erupção do Eyjafjallajokull", disse Pall Einarsson, geofísico da Universidade de Islândia, à BBC.

PÚBLICO | Islândia: Grimsvotn

--%>