Fugas - Vinhos

Alentejo

  • Monte da Cal Antão Vaz-Viognier 2009

    Castas:
    Antão Vaz, Viognier
    Graduação:
    13% vol
    Preço:
    8,5€

    Uma combinação pouco usual que resulta muito bem.

    Nota de prova

    4/5
  • Vinha do Almo Escolha Tinto 2008

    Castas:
    Touriga Nacional, Aragonês, Trincadeira
    Graduação:
    13,5% vol
    Preço:
    5€

    Tratando-se de um vinho do Alentejo, surpreende pela sua frescura.

    Nota de prova

    4/5
  • Ouzado Branco 2009

    Castas:
    Arinto, Antão Vaz, Chardonnay
    Graduação:
    13% vol
    Preço:
    12,5€

    A aventura agrícola da família de Gabriel Francisco começou em 1970, com a compra da Herdade do Menir, em Montemor-o-Novo, mas o primeiro vinho, sob a marca Couteiro-mor, só foi produzido em 1991, já a empresa tinha passado para a posse dos filhos e actuais proprietários. Desde então, a sociedade familiar foi adquirindo novas herdades e actualmente possui uma área agrícola de 165,5 hectares, dos quais 121 são de vinha.

    Nota de prova

    4/5
  • Montes Claros Reserva Branco 2008

    Castas:
    Antão Vaz, Roupeiro e Arinto
    Graduação:
    13% vol
    Preço:
    5,02€

    Vinho de aroma inebriante, com inúmeras evocações cítricas e tropicais.

    Nota de prova

    4/5
  • Equinócio Branco 2009

    Graduação:
    14% Vol
    Preço:
    20,70€

    Vinho produzido a partir de uma vinha muito velha propriedade do jornalista e crítico de vinhos João Afonso, o Equinócio revela na sua originalidade e complexidade uma natureza à qual não estamos muito habituados.

    Nota de prova

    4/5
  • Folha do Meio Branco 2009

    Castas:
    Arinto, Fernão Pires
    Graduação:
    13% vol
    Preço:
    6€

    Proveniente de vinhas velhas situadas a 500 metros de altitude na serra de São Mamede, este branco merece atenção dos apreciadores.

    Nota de prova

    4/5
  • Vinha do Monte Branco 2009

    Castas:
    Roupeiro, Antão Vaz, Arinto
    Graduação:
    12,5% vol
    Preço:
    6,5€

    Um branco da moda, delicado na abordagem floral e intenso no frutado que associamos aos trópicos.

    Nota de prova

    4/5
  • Foral de Évora Branco Colheita 2009

    Castas:
    Assario
    Graduação:
    14% vol
    Preço:
    6,50€

    É uma pena este branco feito de Assario (o equivalente à Malvasia Fina) estar um pouco pesado.

    Nota de prova

    4/5
  • Vila Santa Reserva Branco 2009

    Castas:
    Antão Vaz, Arinto e Verdelho
    Graduação:
    13,5% vol
    Preço:
    11,39€

    João Portugal Ramos não é um produtor de relojoaria, prefere vender muito a um preço acessível do que pouco e caro.

    Nota de prova

    4/5
  • Casa de Zagalos Reserva 2007

    Castas:
    Trincadeira (50%), Cabernet Sauvignon (30%), Aragonez, Alicante Bouschet
    Graduação:
    14% vol
    Preço:
    12€

    Aroma muito atraente, com sugestões de fumo, de framboesa e do pimentão da Cabernet.

    Nota de prova

    4/5
  • Pontual Colheita Tinto 2008

    Castas:
    Alicante Bouschet, Syrah, Touriga Nacional e Petit Verdot
    Graduação:
    14% vol
    Preço:
    5€

    Proveniente de vinhas do concelho de Alandroal e Portalegre, este vinho tem o perfil certo para fazer boa figura numa refeição desprendida e para agradar bastante aos iniciados.

    Nota de prova

    3,5/5
  • Fiuza Sauvignon 2010

    Castas:
    Sauvignon Blanc
    Graduação:
    13% vol
    Preço:
    4€

    Um vinho de Verão, para beber antes das refeições ou então na esplanada ou à beira da piscina.

    Nota de prova

    3,5/5
  • Altas Quintas 600 Branco 2010

    Castas:
    Verdelho, Arinto e Fernão Pires
    Graduação:
    12,5% vol
    Preço:
    3,95€

    No rótulo da garrafa, pode ler-se: "A 600 metros de altitude, na serra de São Mamede, fruto de uma localização única, nasce um vinho que vai elevar as suas expectativas".

    Nota de prova

    4/5
  • Loios Branco 2010

    Castas:
    Rabo de Ovelha e Roupeiro
    Graduação:
    12,5% vol
    Preço:
    3,49€

    Contido de álcool, tem um aroma agradável, cheio de sensações cítricas.

    Nota de prova

    3,5/5
  • Chaminé Branco 2010

    Castas:
    Antão Vaz, Verdelho, Sauvignon Blanc e Viognier
    Graduação:
    12,5% vol
    Preço:
    4,99€

    São quatro as castas que entram na composição deste branco da Vidigueira: Antão Vaz, Verdelho (não será Gouveio?), Sauvignon Blanc e Viognier.

    Nota de prova

    4/5
  • Touriga Nacional Herdade do Esporão

    Graduação:
    14,5% vol
    Preço:
    25€

    A experiência irrecusável das castas do Esporão Há castas capazes por si só de fazerem grandes vinhos, ou os enólogos têm sempre a ganhar quando combinam num lote as complementaridades de diferentes variedades?

    Nota de prova

    4,5/5
  • Alento Branco 2010

    Castas:
    Roupeiro, Arinto e Antão Vaz
    Graduação:
    12,5% vol
    Preço:
    4,50€

    Um branco do Alentejo imaculado, no sentido em que todos os componentes essenciais estão muito bem conjugados. Claro que isto não o torna arrebatador, mas não engana quem o beber. Tem um aroma agradável e é saboroso, fresco e leve. A 4,50 euros a garrafa, não chega para acompanhar refeições ligeiras ou beber na esplanada? P.G.

    Nota de prova

    3,5/5
  • Altas Quintas Branco 2010

    Castas:
    Verdelho e Arinto
    Graduação:
    13% vol
    Preço:
    10,90€

    Este branco fermentou e estagiou quatro meses em barricas novas de carvalho francês e a presença da madeira, sendo óbvia, não cansa, nem deixa o vinho pesado. Graças à excelente acidez natural das castas utilizadas, o Arinto e o Verdelho, o vinho surge com um bom volume e untuosidade e, acima de tudo, muito fresco e comprido.

    Nota de prova

    4/5
  • Herdade dos Grous 2010

    Castas:
    Antão Vaz, Roupeiro e Arinto
    Graduação:
    13% vol
    Preço:
    7,70€

    Uma das receitas mais eficazes para vinhos brancos de entrada de gama assenta em três pontos essenciais: aroma exuberante, de preferência a puxar para o tropical, sabor frutado e boa acidez.

    Nota de prova

    4/5
  • Marquês de Borba Branco 2010

    Castas:
    Arinto, Rabo de Ovelha e Roupeiro
    Graduação:
    12,5% vol
    Preço:
    5,20€

    Grande expressividade de aroma e grande frescura.

    Nota de prova

    4/5
  • Olho de Mocho Reserva 2010

    Castas:
    Antão Vaz
    Graduação:
    13%
    Preço:
    12€

    Há vinhos que perdem com a madeira, mas há outros que parecem ganhar vida. É o caso deste Olho de Mocho, feito só de Antão Vaz, a melhor casta branca do Alentejo.

    Nota de prova

    4/5
  • Rocim Branco 2010

    Castas:
    Antão Vaz, Arinto e Roupeiro
    Graduação:
    13%
    Preço:
    6€

    Vinho com aroma que nos remete para os citrinos mas também para algum tropical.

    Nota de prova

    3,5/5
  • Marquês de Borba Branco 2010

    Castas:
    Arinto, Roupeiro, Rabo de Ovelha
    Graduação:
    12,5%
    Preço:
    5€

    Cor muito atractiva, aroma expressivo dominado por frutas exóticas.

    Nota de prova

    4/5
  • Scala Coeli 
Branco 2010

    Castas:
    Viognier
    Graduação:
    14,5% vol
    Preço:
    18,65€

    Feito apenas com uvas de Viognier, este branco alentejano está demasiado maduro e alcoólico para a frescura que possui.

    Nota de prova

    4/5
  • Herdade do Arrepiado Velho Branco 2011

    Castas:
    Antão Vaz (80%), Riesling (10%) e Viognier (10%)
    Graduação:
    14%
    Preço:
    6,70€

    Um branco de veludo, que enche a boca de sensações de fruta de qualidade.

    Nota de prova

    2/5
  • Senses Syrah 2010

    Castas:
    Syrah
    Graduação:
    13,5% vol
    Preço:
    6,59€

    De todas as castas internacionais, a Syrah talvez seja a que melhor encaixa nas condições climáticas do Alentejo.

    Nota de prova

    3/5
  • Senses Alvarinho 2011

    Castas:
    Alvarinho
    Graduação:
    13,5% vol
    Preço:
    5,02€

    As castas sempre viajaram e algumas só depois de testadas em novas latitudes mostraram o seu real valor.

    Nota de prova

    1/5
  • Herdade do Arrepiado Velho, 2010

    Castas:
    Touriga Nacional
    Graduação:
    14,50% vol
    Preço:
    7,50€

    Notas de bosque, ligeiro toque de couro, sugestão de fumo que denuncia uma passagem parcial do lote por madeira.

    Nota de prova

    3/5
  • Adega de Borba Senses Syrah 2011

    Castas:
    Syrah
    Preço:
    6.59€

    Se há casta que parece ter sido criada para o Alentejo plano e árido é a Syrah.

    Nota de prova

    3/5
  • Marquês de Borba Branco 2012

    Castas:
    Arinto, Antão Vaz, Verdelho e Viognier
    Graduação:
    12,5% vol
    Preço:
    4,99€

    Branco muito bem feito e de preço acessível.

    Nota de prova

    2/5
  • Olho de Mocho Branco Reserva 2012

    Castas:
    Antão Vaz
    Graduação:
    13% vol
    Preço:
    12€

    Aromaticamente interessante mas com falta de vivacidade.

    Nota de prova

    2,5/5
  • Caiado Branco 2012

    Castas:
    Antão Vaz, Verdelho, Arinto e Roupeiro
    Graduação:
    11,5% vol
    Preço:
    3,99€

    Este vinho, proveniente da planície, ilustra bem a capacidade dos vinhos alentejanos, mesmo os brancos, de agradarem a muita gente.

    Nota de prova

    2/5
  • Arrepiado Velho Riesling 2012

    Castas:
    Riesling
    Graduação:
    13.5%
    Preço:
    9.50€

    Um branco original e apelativo.

    Nota de prova

    3/5
  • Cortes de Cima Branco 2012

    Castas:
    Alvarinho, Sauvignon Blanc e Viognier
    Graduação:
    13% vol
    Preço:
    11€

    Um branco bem feito a que falta frescura natural.

    Nota de prova

    2/5
  • Cartuxa Vinea Branco 2013

    Castas:
    Roupeiro e Antão Vaz
    Graduação:
    12,5% vol
    Preço:
    2,99€

    A Cartuxa já tinha um vinho barato, o EA, mas a concorrência é tanta que se viu obrigada a fazer um vinho ainda mais barato, o Vinea, para o segmento dos 2,99 euros.

    Nota de prova

    1,5/5
  • Terrenus Branco 2012

    Castas:
    Arinto, Fernão Pires, Roupeiro e outras
    Graduação:
    13,3% vol
    Preço:
    16€

    Um branco fermentado parcialmente em barrica, com boa estrutura, envolvente e comprido.

    Nota de prova

    3,5/5
  • Monte Mayor Branco 2013

    Castas:
    Antão Vaz, Arinto e Verdelho
    Graduação:
    13,5% vol
    Preço:
    7,28€

    Os brancos portugueses estão cada vez melhores, mas também estão a ficar cada vez mais iguais…

    Nota de prova

    2/5
  • Marquês de Borba Branco 2013

    Castas:
    Arinto, Antão Vaz e Viognier
    Graduação:
    12,5% vol
    Preço:
    5,20€

    Nota de prova

    2,5/5
  • Tapada de Coelheiros 2010

    Castas:
    Trincadeira, Cabernet Sauvignon, Aragonez
    Graduação:
    14%
    Preço:
    14,90€ (na Garrafeira Nacional online)

    A frescura é a marca distintiva deste vinho. O que se pressente pelos taninos de pendor vegetal e pela adstringência características da Cabernet Sauvignon, cuja presença é mais do que evidente até no aroma.

    Nota de prova

    4/5
  • Zebro Blanc de Noirs Aragonez 2013

    Castas:
    Aragonez
    Graduação:
    12% vol
    Preço:
    4,39€

    Este branco de uvas tintas deixa-nos sem palavras. É branco? É tinto? É vinho? É tudo isto e pouca coisa ao mesmo tempo.

    Nota de prova

    4/5
  • Monte da Ravasqueira NA 2012

    Castas:
    Nero d’Avola
    Graduação:
    13,5% vol
    Preço:
    19,99€

    Em comparação com a colheita de 2010, este Monte da Ravasqueira NA (NA é a abreviatura da casta tinta italiana Nero d’Avola) possui menos álcool, surge menos marcado pela madeira e é mais ácido.

    Nota de prova

    4/5
  • Furtiva Lágrima 2010

    Castas:
    Syrah, Alicante Bouschet, Touriga Nacional
    Graduação:
    14,5% vol
    Preço:
    50€

    Se a marca deste alentejano do Monte da Raposinha lhe sugerir um vinho lamechas, desengane-se.

    Nota de prova

    4/5
  • Monte da Raposinha Branco 2013

    Castas:
    Arinto e Antão Vaz
    Graduação:
    12% vol
    Preço:
    7,50€

    Boa notícia: é possível fazer um branco de categoria no Alentejo com um volume alcoólico muito semelhante à moderna geração dos Verdes (12%).

    Nota de prova

    3/5
  • Dona Maria Viognier 2013

    Castas:
    Viognier
    Graduação:
    13% vol
    Preço:
    9,50€

    A frescura como um trunfo decisivo

    Nota de prova

    3,5/5
  • Monte da Ravasqueira Alvarinho 2012

    Castas:
    Alvarinho
    Graduação:
    12% vol
    Preço:
    14,50€

    Acidez alta não é a mesma coisa que frescura. Se o vinho não for equilibrado, uma acidez elevada pode tornar-se repulsiva.

    Nota de prova

    2/5
  • Monte da Ravasqueira Petit Verdot 2012

    Castas:
    Petit Verdot
    Graduação:
    13,5% vol
    Preço:
    20€

    Tal como a casta italiana Nero d’Avola, também a francesa Petit Verdot se expressa muito bem nos domínios alentejanos do Monte da Ravasqueira.

    Nota de prova

    3,5/5
  • Monte da Ravasqueira Syrah e Viognier 2012

    Castas:
    Syrah e Viognier
    Graduação:
    13,5%
    Preço:
    12,43€

    Nas Côtes du Rhône, em França, há alguma tradição de fazer tintos de Syrah com um pouco da casta branca Viognier.

    Nota de prova

    4/5
  • Arrepiado Collection Branco 2013

    Castas:
    Antão Vaz (60%), Chardonnay (15%), Riesling (15%)
    Graduação:
    14% vol
    Preço:
    14,50€

    A coexistência pacífica entre a barrica e a Antão Vaz.

    Nota de prova

    4/5
  • Cortes de Cima Branco 2013

    Castas:
    Alvarinho, Viognier e Sauvignon Blanc
    Graduação:
    13% vol
    Preço:
    11€

    Cheira de forma efusiva e é gordo na boca, mas falta-lhe precisão, pureza, harmonia e um pouco mais de frescura.

    Nota de prova

    2/5
  • Herdade do Esporão Petit Verdot 2011

    Castas:
    Petit Verdot
    Graduação:
    14,5% vol
    Preço:
    25,99€

    Bebe-se com enorme prazer e avidez.

    Nota de prova

    3,5/5
  • Lenda de Dona Maria Branco 2013

    Castas:
    Antão Vaz e Arinto
    Graduação:
    12,5% vol
    Preço:
    4€

    Nota de prova

    2,5/5
  • Herdade do Esporão TN 2011

    Castas:
    Touriga Nacional
    Graduação:
    14,5% vol
    Preço:
    25,99€

    Um Touriga Nacional ao estilo Robert Parker: exuberante, robusto, concentrado, tânico, quase mastigável.

    Nota de prova

    4/5
  • Adega de Borba Senses Touriga Nacional 2013

    Castas:
    Touriga Nacional
    Graduação:
    14% vol
    Preço:
    6,59€

    Surpreende pela frescura e delicadeza.

    Nota de prova

    3,5/5
  • Pouca Roupa Branco 2014

    Castas:
    Sauvignon Blanc, Verdelho e Viosinho
    Graduação:
    12,5% vol
    Preço:
    3,99€

    O que se pretende com um vinho de 3,99 euros? Exuberância aromática, sabor agradável, contenção alcoólica e frescura.

    Nota de prova

    2/5
  • Herdade do Rocim N.º1 Espumante Rosé Brut Nature 2013

    Castas:
    Touriga Nacional
    Graduação:
    12,5% vol
    Preço:
    13,95€

    Estreia da alentejana Herdade do Rocim na produção de espumantes. A decisão mostra grande temeridade, porque, sendo fácil fazer um espumante, é muito difícil fazer um bom espumante numa região quente como é o Alentejo.

    Nota de prova

    3,5/5
  • Herdade do Esporão Verdelho 2014

    Graduação:
    13,5% vol
    Preço:
    7,50€

    Proveniente de uma vinha com quase 15 anos, este monocasta do Esporão é um magnífico exemplo das potencialidades da casta Verdelho — ou Gouveio.

    Nota de prova

    4/5
  • Marquês de Borba Branco 2014

    Castas:
    Arinto, Antão Vaz e Viognier
    Graduação:
    12,5% vol.
    Preço:
    5,20€

    Um vinho muito vivo e fresco.

    Nota de prova

    3/5
  • Álbum Branco 2014

    Graduação:
    13%
    Preço:
    3,50€

    É fácil notar a riqueza aromática da casta Antão Vaz no aroma deste branco produzido na região de Estremoz.

    Nota de prova

    3,5
  • Adega de Borba Garrafeira 2009

    Castas:
    Trincadeira, Aragonez, Alicante Bouschet
    Graduação:
    14,5% vol
    Preço:
    17,50€

    Esta é uma nova gama da Adega Cooperativa de Borba, um Garrafeira de 2009, e isso é uma boa notícia.

    Nota de prova

    4/5
  • Azamor Selected White 2014

    Castas:
    Antão Vaz e Arinto
    Graduação:
    13% vol
    Preço:
    12,90€

    No vinho, por vezes a enologia é o factor determinante do produto final e este branco não escapa às marcas da fermentação parcial em madeira nem ao contacto com borras finas (bâttonage) durante meio ano.

    Nota de prova

    2/5
  • Palpite David J. Booth & António Maçanita Branco Reserva

    Castas:
    Arinto (60%), Antão Vaz (20%) e Verdelho (20%)
    Graduação:
    13,5% vol
    Preço:
    16,45€

    Este é um vinho com um grande final.

    Nota de prova

    3,5/5
  • Adega de Borba Branco 2014

    Castas:
    Antão Vaz, Roupeiro e Arinto
    Graduação:
    13% vol
    Preço:
    2,99€

    Tão económico quanto tropical. E isso pode ser um trunfo.

    Nota de prova

    2/5
  • Fita Preta Branco 2014

    Castas:
    Antão Vaz, Roupeiro e Arinto
    Graduação:
    12,5% vol
    Preço:
    7,95€

    Um belo branco do Alentejo.

    Nota de prova

    3,5/5
  • Solista Verdelho 2014

    Castas:
    Verdelho
    Graduação:
    13% vol
    Preço:
    7,98€ (na loja online da Adega Mayor)

    É fácil, muito fácil gostar deste vinho.

    Nota de prova

    3/5
  • Esporão Private Selection Branco 2014

    Castas:
    Arinto, Antão Vaz, Roupeiro e Semillon
    Graduação:
    14% vol
    Preço:
    19,99€

    Um branco com estágio em barrica e 14,5% de álcool é tudo o que não desejamos para os dias de calor. Mas é mesmo assim este Private Selection do Esporão.

    Nota de prova

    3,5/5
  • Esporão Reserva Branco 2014

    Castas:
    Arinto, Antão Vaz, Roupeiro e Semillon
    Graduação:
    14% vol
    Preço:
    12,49€

    Embora também esteja um pouco marcado pela madeira, este Reserva é muito mais “civilizado” e interessante do que o Private Selection.

    Nota de prova

    3,5/5
  • Alento Branco 2014

    Castas:
    Arinto (50%), Antão Vaz (40%), Roupeiro
    Graduação:
    12,5% vol
    Preço:
    4,55€

    Um branco alentejano que vale tudo pela frescura.

    Nota de prova

    3,5/5
  • Cortes de Cima Touriga Nacional 2012

    Graduação:
    14%
    Preço:
    25 euros

    Um Touriga Nacional notável que chega da planície. A Touriga Nacional, casta rainha da vinha nacional, nem sempre é garantia de excelência quando não faz parte de um lote com outras castas.

    Nota de prova

    4/5
  • Montes Claros Espumante Bruto 2013

    Castas:
    Arinto e Alvarinho
    Graduação:
    12% vol
    Preço:
    8,49€

    As castas deste espumante são pouco alentejanas (Arinto e Alvarinho), mas quem não tem cão caça com gato, e a opção por estas variedades de grande acidez e expressão aromática foi muito acertada.

    Nota de prova

    2/5
  • Volteface Branco Private Selection 2014

    Castas:
    Antão Vaz
    Graduação:
    13,5% vol
    Preço:
    10€

    Embrulhado numa máscara de prata, este branco não tem, pelo menos para já, grande mistério.

    Nota de prova

    2/5
  • Quinta do Pinto Grande Escolha Branco 2012

    Castas:
    Roussanne, Viognier e Chardonnay
    Graduação:
    13% vol
    Preço:
    18,90€

    Os brancos da Quinta do Pinto (Quinta do Anjo, Alenquer, Lisboa) são feitos com uvas das melhores castas francesas, mas isso, por si só, não garante que sejam grandes vinhos. Os “terroirs” não se exportam.

    Nota de prova

    4/5
  • Branco da Talha by António Maçanita 2013

    Castas:
    Roupeiro e Antão Vaz
    Graduação:
    12,5% vol
    Preço:
    12,35€

    Feito de Roupeiro e Antão Vaz, este branco alentejano tem, desde logo, uma grande virtude: é diferente do que se bebe por aí.

    Nota de prova

    3/5
  • Esporão Private Selection 2014

    Castas:
    Semillon
    Graduação:
    14.5%
    Preço:
    21,40€ (na Garrafeira Dom Vinho)

    Um branco com a marca da barrica e sujeito ao contacto com as borras finas.

    Nota de prova

    4/5
  • Homenagem ao Cante 2014

    Graduação:
    14%
    Preço:
    10€

    A nova gama da cooperativa da Vidigueira homenageia o cante e um estilo mais elegante do Alentejo.

    Nota de prova

    3/5
  • Herdade do Rocim Alicante Bouschet 2013

    Castas:
    Alicante Bouschet
    Graduação:
    14,5% vol
    Preço:
    10€

    Aroma com boas notas de frutos azuis do bosque e alguma especiaria. Na boca, é bastante carnudo e volumoso.

    Nota de prova

    3,5
  • Vidigueira Antão Vaz 2014

    Graduação:
    14%
    Preço:
    4,33€

    A Antão Vaz tem o seu lugar de eleição na zona da Vidigueira, onde esta casta muito aromática domina o encepamento.

    Nota de prova

    83
  • Cortes de Cima Branco 2014

    Castas:
    Sauvignon Blanc
    Graduação:
    13% vol
    Preço:
    11€

    Nota de prova

    87
  • Herdade da Farizoa Tinto 2012

    Castas:
    Aragonez, Syrah e Touriga Nacional
    Graduação:
    13,5% vol
    Preço:
    6€

    Nota de prova

    84
  • Vila Santa Reserva 2013

    Castas:
    Aragonez, Touriga Nacional, Syrah
    Graduação:
    14%
    Preço:
    10€

    É impossível não gostar deste vinho.

    Nota de prova

    91
  • Monte da Raposinha 2013

    Castas:
    Syrah, Touriga Nacional, Alicante Bouschet, Aragonez,
    Graduação:
    14%
    Preço:
    7,85€

    É difícil provar um vinho tinto baseado na expressão aromática da fruta jovem sem se cair na armadilha do óbvio que geralmente redunda no tédio.

    Nota de prova

    86
  • Herdade do Rocim Branco 2014

    Castas:
    Antão Vaz, Arinto e Roupeiro
    Graduação:
    13% vol
    Preço:
    7,5 €

    Nota de prova

    86
  • Herdade do Rocim Sommelier Edition 2013

    Castas:
    Touriga Nacional, Petit Verdot, Alicante Bouschet
    Graduação:
    14,5%
    Preço:
    17,50 €

    Nota de prova

    89
  • Vidigueira Reserva 2014

    Graduação:
    15,5%
    Preço:
    84

    Uma criação típica de uma zona quente que se revela no nariz e na boca. O seu elevado teor alcoólico já não se usa, mas aparece razoavelmente bem diluído no conjunto.

    Nota de prova

    84
  • Herdade Da Farizoa 2013

    Castas:
    Aragonez, Syrah e Touriga Nacional
    Graduação:
    13,5% vol
    Preço:
    7,40€

    O aroma vinoso, a prova fácil e o paladar frutado fazem deste regional alentejano um daqueles vinhos que agradam sempre e não põem limitações na hora de ir à mesa.

    Nota de prova

    84
  • Herdade do Rocim Alicante Bouschet 2014

    Castas:
    Alicante Bouschet
    Graduação:
    15% vol
    Preço:
    11 euros

    Ao contrário da Touriga Nacional, o Alicante Bouschet precisa de amadurecer bem para perder o seu lado rústico.

    Nota de prova

    89
  • Pouca Roupa Branco 2015

    Castas:
    Sauvignon Blanc, Verdelho e Viosinho
    Graduação:
    12,5% vol
    Preço:
    3,99€

    Sendo um lote de Sauvignon Blanc, Verdelho e Viosinho, era de esperar uma maior exuberância aromática.

    Nota de prova

    80
  • Art.Terra Organic 2014

    Castas:
    Syrah, Touriga Nacional
    Graduação:
    14%
    Preço:
    11.46€ (em vinhoweb.pt)

    Vinho proveniente de vinhas da Herdade de São Miguel em produção biológica.

    Nota de prova

    88
  • Art.Terra Curtimenta 2015

    Castas:
    Arinto, Antão Vaz e Viognier
    Graduação:
    12% vol
    Preço:
    15€

    Os vinhos laranja (uma cor alaranjada, decorrente da sua hiperoxidação) continuam a fazer o seu caminho, visando consumidores adeptos de vinhos alternativos.

    Nota de prova

    80
  • Sino da Romaneira 2012

    Graduação:
    13%
    Preço:
    9.90€

    Um vinho que vale a pena experimentar pela graça da sua juventude.

    Nota de prova

    86
  • Cerro das Pedras

    Castas:
    Viosinho e Arinto
    Graduação:
    13,5%
    Preço:
    4,65€

    A Viosinho, casta originária do Douro e de Trás-os-Montes, está na base deste alentejano em parceria com um lote menor (20%) de Arinto.

    Nota de prova

    84
  • Marquês de Borba Branco 2015

    Castas:
    Arinto, Antão Vaz e Viognier
    Graduação:
    12,5%
    Preço:
    4,95€

    Este branco continua a ser um exemplo de precisão e a prova de eficácia de um conceito que funciona.

    Nota de prova

    86
  • Monte das Servas Branco Escolha 2015

    Castas:
    Roupeiro, Arinto, Antão Vaz e Semillon
    Graduação:
    14%
    Preço:
    4,50€

    No aroma, cheio de fruta e algum floral, até nem deslustra. O pior é quando se leva à boca e se percebe o seu peso alcoólico, o seu “calor”.

    Nota de prova

    78
  • Cortes de Cima Sauvignon Blanc 2015

    Castas:
    Sauvignon Blanc
    Graduação:
    12,5% vol
    Preço:
    10,50€

    Branco muito verde e fresco, com aroma e sabor típicos da casta (espargos, relva cortada, algum cítrico).

    Nota de prova

    88
  • Herdade do Rocim 2013

    Castas:
    Touriga Nacional, Alicante Bouschet, Aragonez
    Graduação:
    14%
    Preço:
    7,50€

    O vinho de combate do Rocim é um belo exemplar da vanguarda alentejana nos dias de hoje.

    Nota de prova

    87
  • Roquevale Branco de Curtimenta 2015

    Castas:
    Fernão Pires, Roupeiro e Arinto
    Graduação:
    12,5% vol
    Preço:
    6,49€

    Um branco bem “curtido” da Roquevale.

    Nota de prova

    89
  • Quinta do Carmo Reserva Branco 2015

    Castas:
    Roupeiro, Arinto e Antão Vaz
    Graduação:
    14% vol
    Preço:
    19,50€

    A crítica não pára de anunciar a morte ou, no mínimo, a “caretice” dos brancos com estágio em barrica, mas há cada vez mais vinhos destes no mercado. Alguém anda enganado.

    Nota de prova

    90
  • Esporão Reserva Branco 2015

    Castas:
    Arinto, Antão Vaz, Roupeiro e Sémillon
    Graduação:
    14% vol
    Preço:
    9,95€

    O equilíbrio é o que explica que um vinho branco com 14% de álcool possa, em muitos casos, cansar menos do que um com 12%.

    Nota de prova

    91
  • Alento Branco Reserva 2015

    Castas:
    Arinto e Antão Vaz
    Graduação:
    12,5% vol
    Preço:
    9€

    O frescor ácido deste branco da zona de Estremoz é um bálsamo para os dias de calor.

    Nota de prova

    89
  • Athayde Branco Reserva 2014

    Castas:
    Chardonnay e Sauvignon Blanc
    Graduação:
    14%
    Preço:
    11.90 (em domvinho.com)

    Um branco reserva que se destaca pelo óptimo balanço entre a fruta e a marca da barrica de carvalho francês onde estagiou oito meses.

    Nota de prova

    88
  • Monte da Ravasqueira Alvarinho 2015

    Castas:
    Alvarinho
    Graduação:
    13,5%
    Preço:
    15€

    Este Alvarinho do Monte da Ravasqueira, junto a Arraiolos, não tem a expressão mineral dos grandes Alvarinhos de Monção e Melgaço, mas o carácter da casta, em especial a sua frescura cítrica e delicadeza floral, está lá.

    Nota de prova

    90
  • Herdade dos Machados Antão Vaz 2015

    Graduação:
    13%
    Preço:
    4€

    Um branco tributário de uma casta que está longe de ser consensual, a Antão Vaz.

    Nota de prova

    83
  • Dona Maria Viognier 2015

    Castas:
    Viognier
    Graduação:
    13,5% vol
    Preço:
    9,50€

    A casta Viognier origina belos vinhos, perfumados, gordos e cheios de sucrosidade.

    Nota de prova

    89
  • Dona Maria Branco 2015

    Castas:
    Arinto, Antão Vaz e Viosinho
    Graduação:
    13% vol
    Preço:
    7,35€

    Um branco muito perfumado e envolvente.

    Nota de prova

    87
  • Herdade Grande Gerações 2014

    Castas:
    Verdelho e Alvarinho
    Graduação:
    13,5%
    Preço:
    9,40€ (em garrafeiranacional.com)

    Um branco interessantíssimo.

    Nota de prova

    89
  • Folha do Meio Grande Reserva 2011

    Castas:
    Touriga Nacional, Syrah, Alicante Bouschet, Aragonez
    Graduação:
    14,5%
    Preço:
    25€

    Proveniente de vinhas velhas cultivadas a 500 metros na serra de São Mamede, este vinho revela uma marca de frescura na boca, com taninos finos mas tensos, boa estrutura e balanço entre a doçura da fruta e a acidez final.

    Nota de prova

    89
  • Monte da Ravasqueira Reserva Branco 2015

    Castas:
    Viognier e Alvarinho
    Graduação:
    12,5% vol
    Preço:
    10€

    Em regiões de clima quente, como é o caso do Alentejo, pode ser uma boa ideia juntar Viognier com Alvarinho (embora na nossa opinião o Alvarinho viva bem sozinho).

    Nota de prova

    87
  • Cortes de Cima Alvarinho 2015

    Castas:
    Alvarinho
    Graduação:
    12,5% vol
    Preço:
    10€

    Mais fino e vivaz do que o Cortes de Cima Branco.

    Nota de prova

    88
  • Cortes de Cima Branco 2015

    Castas:
    Sauvignon Blanc e Alvarinho
    Graduação:
    13% vol
    Preço:
    10€

    Aromaticamente é muito exuberante.

    Nota de prova

    87
  • Scala Coeli Branco 2014 Viosinho

    Graduação:
    13% vol
    Preço:
    27,95€ (em garrafeiraestadodealma.pt)

    O que se procura quando se bebe um branco? Intensidade? Delicadeza? Fruta? Volume? Frescura? Uma conjugação harmoniosa de todas estas componentes?

    Nota de prova

    94
  • Marquês de Borba Branco 2016

    Castas:
    Arinto, Antão Vaz e Viognier
    Graduação:
    12,5% vol
    Preço:
    5,49€

    Branco do Alentejo muito jovial e fácil de beber.

    Nota de prova

    82
  • Pêra Manca Branco 2014

    Castas:
    Antão Vaz e Arinto
    Graduação:
    13,5% vol
    Preço:
    29,50€ (em garrafeiranacional.com)

    Mais um grande branco da Fundação Eugénio de Almeida, o que aliás se exigia a um vinho que ostenta uma das marcas emblemáticas do país.

    Nota de prova

    92
  • Loios Branco 2016

    Castas:
    Arinto, Rabo de Ovelha e Roupeiro
    Graduação:
    12,5% vol
    Preço:
    3,29€

    O Loios Branco, de João Portugal Ramos, voltou a ser alvo de um refrescamento de imagem, mas o perfil continua o mesmo: exuberância aromática (muito cítrico), leveza, elegância e uma acidez bem proporcionada e refrescante.

    Nota de prova

    85
  • Paulo Laureano Vinhas Velhas Organic Wine Tinto 2014

    Castas:
    Trincadeira, Aragonês e Alicante Bouchet
    Graduação:
    14% vol
    Preço:
    9,18€

    Primeiro vinho biológico com origem nas vinhas que Paulo Laureano possui junto a Évora.

    Nota de prova

    89
  • Paulo Laureano Vinhas Velhas Branco 2016

    Castas:
    Antão Vaz, Arinto e Fernão Pires
    Graduação:
    13% vol
    Preço:
    8€

    Este é um dos vinhos brancos mais baratos de Paulo Laureano e é também um dos melhores.

    Nota de prova

    90
  • Herdade do Rocim Branco 2016

    Castas:
    Antão Vaz, Arinto e Viosinho
    Graduação:
    13% vol
    Preço:
    7,50€

    Uma fórmula vencedora para o Alentejo.

    Nota de prova

    89
  • Mamoré de Borba Reserva Branco 2015

    Castas:
    Arinto, Antão Vaz, Verdelho
    Graduação:
    13,5% vol
    Preço:
    17€

    A Sovibor era nos anos 1970 e 80 um gigante do vinho alentejano que perdeu a corrida da modernização.

    Nota de prova

    88
  • Mamoré de Borba Branco 2015

    Castas:
    Arinto, Antão Vaz, Verdelho
    Graduação:
    13,5% vol
    Preço:
    6,45€ (em univinum.pt)

    Este Mamoré é uma réplica do Reserva que aqui provámos na semana passada.

    Nota de prova

    85
  • Esporão Verdelho 2016

    Castas:
    Verdelho
    Graduação:
    13% vol
    Preço:
    10,50€

    Um belo Verdelho para o Verão.

    Nota de prova

    89
  • Esporão Duas Castas Branco 2016

    Castas:
    Viosinho e Roupeiro
    Graduação:
    13,5% vol
    Preço:
    8€

    Lote de Roupeiro e Viosinho, com fermentação e estágio apenas em inox.

    Nota de prova

    87
  • Adega de Borba Branco Premium 2016

    Castas:
    Antão Vaz, Arinto, Alvarinho e Verdelho
    Graduação:
    13% vol
    Preço:
    5,50€

    Por este preço, é muito difícil encontrar um branco tão atraente, tão preciso e com uma harmonia tão bem conseguida como a deste Premium.

    Nota de prova

    89
--%>