Fugas - Vinhos

Porto e Douro

  • Fragulho Tinto 2008

    Castas:
    Touriga Franca, Touriga Nacional, Tinta Roriz
    Graduação:
    14.5% vol
    Preço:
    5€

    A melhoria qualitativa dos vinhos desta família de produtores fez-se sentir na colheita de 2007 e a vindima seguinte parece confirmar a tendência.

    Nota de prova

    4/5
  • Alta Pontuação Branco 2009

    Castas:
    Malvasia Fina, Gouveio Real
    Graduação:
    14% vol
    Preço:
    6€

    Se há uma nota digna de vénia neste vinho é a sua excelente cremosidade na boca, que cria uma patine macia sobre a qual se destacam aromas que sugerem pêra e manga.

    Nota de prova

    4/5
  • Kopke Reserva Tinto 2007

    Castas:
    Várias
    Graduação:
    14% vol
    Preço:
    12€

    Belo espectro aromático, com fruta vermelha, algum floral, especiarias, baunilha e notas de tosta.

    Nota de prova

    4/5
  • Doda 2008

    Graduação:
    13,5%
    Preço:
    32€

    O trabalho conjunto entre Dirk Niepoort e Álvaro de Castro começou por se chamar Dado, conjugando as primeiras letras do Dão e do Douro.

    Nota de prova

    4/5
  • Marka Colheita Branco 2009

    Castas:
    Gouveio, Viosinho, Moscatel Galego
    Graduação:
    12.5% vol
    Preço:
    7€

    Aroma muito vivo com predomínio de notas cítricas, cremoso na boca, envolvente e com uma acidez que lhe sublinham uma faceta mais expressiva e jovial.

    Nota de prova

    4/5
  • Vinha de Reis Branco 2009

    Castas:
    Encruzado, Malvasia Fina, Bical
    Graduação:
    13,5% vol
    Preço:
    6,59€

    Há alturas em que não apetece nada encontrar as marcas da madeira num vinho branco, mas não é o caso desta época fria.

    Nota de prova

    4/5
  • OMLET 2007

    Graduação:
    13% Vol
    Preço:
    29,20€

    Um vinho concebido e realizado pelo enólogo espanhol Telmo Rodriguez com base em uvas provenientes da zona de Covas do Douro.

    Nota de prova

    4/5
  • Bétula Branco 2009

    Castas:
    Sauvignon Blan, Viognier
    Graduação:
    13,5% vol
    Preço:
    13€

    Um vinho da fronteira do Douro com o Minho feito com duas castas francesas usadas em partes iguais: Viognier e Sauvignon Blanc.

    Nota de prova

    4/5
  • Dona Matilde Branco 2009

    Castas:
    Arinto, Viosinho, Gouveio, Rabigato
    Graduação:
    14% vol
    Preço:
    8,5€

    Branco bastante expressivo e cativante de aroma, onde sobressaem os citrinos maduros e algum melão.

    Nota de prova

    3,5/5
  • Duas Quintas Reserva Branco 2009

    Castas:
    Viosinho, Rabigato e Arinto
    Graduação:
    14% vol
    Preço:
    15€

    Se fosse feito um estudo sobre o mérito vitivinícola na região do Douro, a firma Ramos Pinto apareceria certamente no lugar cimeiro. A empresa criada por Adriano Ramos Pinto em 1880 e adquirida em 1990 pelo grupo familiar Roederer - que produz uma das mais conceituadas marcas de champanhe, o Roederer Cristal - foi pioneira em muitas coisas, desde logo pela visionária decisão de comprar terra para poder ter as suas próprias vinhas.

    Nota de prova

    4/5
  • Cerro das Mouras Grande Escolha Branco 2009

    Castas:
    várias
    Graduação:
    13% vol
    Preço:
    10€

    Durante a última cimeira da Nato, que decorreu em Lisboa, a Presidência da República ofereceu um jantar ao Presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, e a mais alguns convidados e serviu-lhes o branco Cerro das Mouras Grande Escolha 2009, do Douro.

    Nota de prova

    4/5
  • Fragulho Branco 2009

    Castas:
    Malvasia Fina, Moscatel Galego, Rabigato
    Graduação:
    13% Vol.
    Preço:
    5 €

    Um branco com moscatel que resolve o principal problema dos brancos com moscatel: consegue aproveitar o potencial da casta, mas evita a sua hegemonia, que tantas vezes redunda em vinhos delicodoces e vagamente enjoativos.

    Nota de prova

    4/5
  • Lua Cheia em Vinhas Velhas Reserva Branco 2009

    Castas:
    Viosinho (mais de 50%), Rabigato, Arinto e Gouveio
    Graduação:
    13,5% vol
    Preço:
    9,90€

    Um branco de Inverno que também pode ir muito bem nesta época a acompanhar carne ou peixe grelhado, porque estabelece pontos de contacto entre o fumado da comida e o fumado da madeira.

    Nota de prova

    4/5
  • Lua Cheia em Vinhas Velhas Branco 2010

    Castas:
    várias
    Graduação:
    13% vol
    Preço:
    6€

    Não tem a mesma complexidade e gordura do Reserva 2009, até porque não passou pela madeira. Mas, em contrapartida, tem outra intensidade aromática (laranja doce, algum tropical) e outra frescura, mais consentâneas com a época estival que se aproxima.

    Nota de prova

    4/5
  • Quanta Terra Reserva Branco 2009

    Castas:
    Gouveio e Visoinho
    Graduação:
    14.5% Vol.
    Preço:
    16€

    Aroma circunspecto mas atraente, de frutas arbóreas muito bem envolvidas nas notas de barrica que lhe dão complexidade e sofisticação.

    Nota de prova

    4/5
  • Vértice 2009

    Castas:
    Viosinho, Gouveio
    Graduação:
    14 % vol.
    Preço:
    17€

    Um branco acima de todas as modas. O universo do vinho é mais volátil do que os aromas e só isso pode explicar a razão pela qual os vinhos brancos com madeira, que há um par de anos viviam os seus dias de glória, estão agora a ser vistos como criações fora da moda.

    Nota de prova

    4/5
  • Palato do Côa Branco 2010

    Castas:
    Rabigato e Viosinho
    Graduação:
    12,5% vol
    Preço:
    7€

    Vem da Quinta da Saudade e é feito de Rabigato e Viosinho, com estágio parcial em madeira.

    Nota de prova

    4/5
  • Duas Quintas Reserva Tinto 2008

    Castas:
    Touriga Nacional, Touriga Franca e Tinta Barroca
    Graduação:
    15% vol.
    Preço:
    25€

    Tem 15% de álcool e isso sente-se. Mas álcool a mais nem sempre é inimigo da qualidade e, depois do impacto inicial, mostra grandes virtudes.

  • Duas Quintas Branco 2010

    Castas:
    Arinto, Rabigato e Viosinho
    Graduação:
    13% vol
    Preço:
    8€

    A Ramos Pinto propõe uma associação difícil para este vinho: uvas maduras e madeira. Mas sai-se bem.

    Nota de prova

    4/5
  • Casa Amarela Selection Branco 2010

    Castas:
    Viosinho, Rabigato e Malvasia Fina
    Graduação:
    14% vol
    Preço:
    10.50€

    Um vinho branco do Douro com 14% de álcool e passagem por barricas novas de carvalho francês é todo um programa alternativo às tendências de consumo actuais, que privilegiam os vinhos mais leves, frescos e sem madeira.

    Nota de prova

    3,5/5
  • Cottas Branco 2010

    Castas:
    Rabigato, Viosinho, Arinto, Gouveio e Códega do Larinho
    Graduação:
    13% vol
    Preço:
    7,20€ (na garrafeira Vinogrande, em Modelo)

    Um branco muito gastronómico

    O branco Cottas 2010, do produtor Pedro Carmo, ex-accionista da Sogrape, é um vinho proveniente da aldeia de Cotas, mesmo nos píncaros do concelho de Alijó. Pode dizer-se que nasce nas cotas altas do Douro, onde as uvas amadurecem mais tarde e conservam melhor a acidez natural.

    Nota de prova

    4/5
  • Planalto Reserva 2010

    Graduação:
    12.5% Vol
    Preço:
    5,20€

    Um clássico entre os brancos das terras altas durienses, que agora se apresenta com a chancela da Casa Ferreirinha.

    Nota de prova

    4/5
  • Vila Flor Branco 2009

    Castas:
    Malvasia Fina, Gouveio e Rabigato
    Graduação:
    12,5% vol
    Preço:
    3,99€

    A primeira coisa boa deste vinho é a sua graduação alcoólica, apenas 12,5%. Para um branco, ainda mais do Douro, está muito bem.

    Nota de prova

    3,5/5
  • Quinta do Estanho Touriga Nacional 2009

    Castas:
    Touriga Nacional
    Graduação:
    14%
    Preço:
    12,70€

    Tem a exuberância aromática típica da Touriga Nacional, com muita fruta do bosque, madura e viva, e fragrâncias florais.

    Nota de prova

    4/5
  • Quinta da Canameira Rabigato 2010

    Castas:
    Rabigato
    Graduação:
    13,5%
    Preço:
    5,80€

    A Rabigato é uma das castas brancas emergentes no vale do Douro e este vinho explica porquê.

    Nota de prova

    4/5
  • Andreza Grande Reserva Branco 2010

    Castas:
    Arinto, Viosinho e Rabigato
    Graduação:
    14% vol
    Preço:
    12,50€

    Uma estreia auspiciosa. É proveniente de Martim, Murça, um dos concelhos com mais potencial e procura para vinhos brancos na região do Douro.

    Nota de prova

    4/5
  • Redoma Branco 2010

    Castas:
    Rabigato, Códega do Larinho, Arinto, Donzelinho, Viosinho e outras
    Graduação:
    13,5% Vol.
    Preço:
    14,82€

    Um grande vinho. Bastante limonado e floral, alia madureza de fruta a uma enorme frescura, que lhe advém da acidez e, sobretudo, da sua magnífica mineralidade.

    Nota de prova

    4/5
  • Grainha Reserva Branco 2010

    Castas:
    Viosinho, Gouveio, Rabigato e Fernão Pires
    Graduação:
    13,5% Vol.
    Preço:
    12,70€

    Este é um branco de estação, e de estação fria.

    Nota de prova

    4/5
  • Bétula 2010

    Castas:
    Viognier e Sauvignon
    Graduação:
    12.5% Vol.
    Preço:
    13 euros

    Boa combinação de aromas de abacaxi e alperce com notas da madeira no qual a viognier (50% do lote) estagiou conferem a este branco um inegável poder de atracção inicial.

    Nota de prova

    4/5
  • Adega de Vila Real Reserva Branco 2010

    Castas:
    Viosinho, Malvasia Fina e Fernão Pires
    Preço:
    5,54€

    Adega de Vila Real Grande Reserva Branco 2010 O enólogo Rui Madeira operou uma verdadeira revolução na Adega Cooperativa de Vila Real, que tem vindo a produzir vinhos cada vez melhores e a afirmar-se com uma das melhores e mais sólidas (financeiramente) cooperativas da região duriense.

    Nota de prova

    4/5
  • Niepoort Pinot Noir 2009

    Castas:
    Pinot Noir
    Graduação:
    14% vol
    Preço:
    24,86€

    Cultor de vinhos que respeitam a história e a tipicidade dos solos e das castas de cada região, Dirk Niepoort não resistiu à contradição de fazer umas experiências no Douro com algumas variedades estrangeiras de que gosta.

    Nota de prova

    4/5
  • Redoma Reserva Branco 2010

    Graduação:
    13,5% vol.
    Preço:
    15€

    O tempo fez do Redoma um clássico dos brancos durienses e se hoje já não reina sozinho, continua a ser uma das apostas mais seguras da região nesta gama.

    Nota de prova

    4/5
  • Quinta da Gaivosa Tinto 2008

    Castas:
    Touriga Franca, Sousão, Touriga Nacional e outras
    Graduação:
    14% vol
    Preço:
    28€

    A coroação de uma grande marca. Uma das mais famosas, e certeiras, frases do mundo do vinho tem a chancela da baronesa Philipine de Rothschild, proprietária do mítico Château Mouton, entre outros: “Fazer vinho é realmente um negócio muito simples.

    Nota de prova

    4/5
  • Tiara

    Castas:
    Códega do Larinho, Rabigato, outras
    Graduação:
    13% Vol.
    Preço:
    18.50€

    O Tiara já vai na sua sétima edição e continua a crescer – é já hoje um dos brancos mais notáveis da nova geração duriense.

    Nota de prova

    4/5
  • Vinha Grande 2009

    Graduação:
    13.5% Vol.
    Preço:
    9€

    O Vinha Grande da Ferreirinha continua a ser uma excelente escolha na gama de preços em torno dos dez euros.

    Nota de prova

    4/5
  • Quinta do Vesúvio 2009

    Castas:
    Touriga Nacional (70%), Touriga Franca e Tinta Amarela
    Graduação:
    13,5% vol
    Preço:
    45€

    O Quinta do Vesúvio 2009 merece o nome que leva

    Nota de prova

    4/5
  • Bétula 2011

    Castas:
    Viognier, Sauvignon Blanc
    Graduação:
    13% vol.
    Preço:
    15€

    Produzido em Barrô, no extremo da demarcação do Douro, na fronteira com a área dos vinhos verdes.

    Nota de prova

    3/5
  • Poças Branco Reserva 2011

    Castas:
    Códega, Rabigato, Gouveio e Moscatel
    Graduação:
    13,5% vol
    Preço:
    7€

    Juntar num vinho castas mais florais (Moscatel) com outras mais frutadas e minerais (Códega, Gouveio e Rabigato) e submetê-lo a um estágio em barricas de carvalho francês e americano, que lhe acrescentam notas tropicais, é quase como tentar “meter a Betesga no Rossio”.

    Nota de prova

    1/5
  • Poças Porto Vintage 2009

    Castas:
    Touriga Nacional, Touriga Franca, Tinta Roriz, Tinta Barroca e Tinto Cão
    Graduação:
    20% vol
    Preço:
    35€

    Com o aproximar do final do ano, sucedem-se os rankings e tops dos melhores vinhos de 2012.

    Nota de prova

    4/5
  • Pomares Moscatel Galego 2012

    Castas:
    Moscatel Galego
    Graduação:
    13,5% vol
    Preço:
    6,80€

    Há castas com caracteres tão fortes que, se não forem bem trabalhadas, podem tornar-se chatas.

    Nota de prova

    3,5/5
  • Grainha Reserva Touriga Nacional 2010

    Castas:
    Touriga Nacional
    Graduação:
    14% vol
    Preço:
    12,50€

    O tempo vai bom para brancos frescos e secos, mas quem até no Verão não dispensa um tinto encontra neste Touriga Nacional da Quinta Nova de Nossa Senhora do Carmo uma belíssima proposta.

    Nota de prova

    3,5/5
  • Bons Ares 2008

    Castas:
    Touriga Nacional (50%), Cabernet Sauvignon (40%), Touriga Franca (10%)
    Graduação:
    14,5% vol
    Preço:
    10,90€ (obtido em vinhoweb.pt)

    Um belo casamento numa vinha duriense entre o poder suave da Touriga e a estrutura e personalidade da Cabernet Sauvignon.

    Nota de prova

    3,5/5
  • Contraste Branco 2012

    Castas:
    Rabigato, Códega, Códega do Larinho, Gouveio e Arinto
    Graduação:
    13% vol
    Preço:
    8€

    Rita Ferreira, a enóloga que faz este branco do Douro Superior, encontrou um belo compromisso entre a vinificação em inox e o estágio em barrica.

    Nota de prova

    3,5/5
  • Lavradores de feitoria branco 2012

    Castas:
    Malvasia Fina, Síria e Gouveio
    Graduação:
    13% vol

    Uma boa proposta desta extraordinária rede de cooperação de proprietários duriense.

    Nota de prova

    2,5/5
  • Adega de Favaios Sparkling Bruto Moscatel Galego

    Castas:
    Moscatel Galego
    Graduação:
    12,5% vol
    Preço:
    4,80€

    Se é apreciador da exuberância aromática do Moscatel Galego, vai gostar deste espumante não datado da Adega de Favaios.

    Nota de prova

    1/5,5
  • Adega de Favaios Moscatel 1980

    Castas:
    Moscatel Galego
    Graduação:
    17,5% vol
    Preço:
    26€

    Um magnífico Moscatel do Douro. Quando falamos de Moscatel de qualidade em Portugal, falamos quase sempre do Moscatel produzido em Setúbal.

    Nota de prova

    4/5
  • Blandy’s Malmsey 1988

    Castas:
    Malvasia
    Graduação:
    20% vol
    Preço:
    290€

    Fazer melhor não é fácil

    Nota de prova

    5/5
  • Duas Quintas 2012

    Castas:
    3,5/5
    Graduação:
    13.5%
    Preço:
    10.20€

    O Duas Quintas apresenta-se agora com uma nova imagem, o que é sempre uma ousadia para um clássico com tantos anos de sucesso. O seu perfil, porém, não foi alterado.

    Nota de prova

    3,5/5
  • Duas Quintas Branco 2013

    Castas:
    Viosinho, Rabigato e Arinto
    Graduação:
    13% vol
    Preço:
    8,85€

    Um vinho que continua a evoluir bem mas que parece mais focado na acidez.

    Nota de prova

    3/5
  • Duas Quintas Tinto 2012

    Castas:
    Touriga Nacional, Touriga Franca, Tinta Roriz,Tinta Barroca, Sousão, Tinto Cão, Tinta da Barca e Tinta Amarela
    Graduação:
    13,5% vol
    Preço:
    8,95€

    Um tinto fresco e elegante que cheira e sabe a vinho (e a Douro).

    Nota de prova

    3/5
  • Aluzé Branco 2013

    Castas:
    Gouveio, Cerceal e Rabigato
    Graduação:
    14,5% vol
    Preço:
    10,90€

    Impõe-se a frescura mineral, que é evidente ao longo da prova e acaba por destacar também as componentes de fruta e um guloso pico de secura final.

    Nota de prova

    3,5/5
  • Pomares Gouveio 2013

    Castas:
    Gouveio
    Graduação:
    13,5%
    Preço:
    7€

    Como companhia de Verão, os brancos de entrada de gama da Quinta Nova não têm outras pretensões que o acerto dos aromas e o equilíbrio entre os teores de acidez e álcool.

    Nota de prova

    3/5
  • Sino da Romaneira Branco 2013

    Castas:
    Verdelho e Malvasia Fina
    Graduação:
    12% vol
    Preço:
    9,90€

    Seco, mineral, combina bem a expressividade da Verdelho com a delicadeza da Malvasia.

    Nota de prova

    3/5
  • Poças Reserva Branco 2013

    Castas:
    Códega do Larinho, Rabigato, Gouveio e Moscatel Galego
    Graduação:
    13,5% vol
    Preço:
    7€

    Este branco não foi desenhado para surpreender críticos de vinhos e enófilos exigentes.

    Nota de prova

    2/5
  • Duas Quintas Branco Reserva 2012

    Castas:
    Rabigato (70%), Viosinho, Folgazão e Arinto
    Graduação:
    13%
    Preço:
    19,20€

    A frescura deste branco é notável. A passagem pela barrica e o estágio em contacto com as borras finas durante sete meses deram-lhe complexidade, mas não lhe comprometeram o vigor e qualidade da fruta nem lhe retiraram a graciosidade e a frescura.

    Nota de prova

    4/5
  • Bons Ares Branco 2013

    Castas:
    Viosinho, Rabigato, Sauvignon Blanc
    Graduação:
    13%
    Preço:
    9,92€ (na vinhoweb)

    A feição vegetal deste vinho branco da Ramos-Pinto é, desde sempre, um dos seus mais deliciosos atributos.

    Nota de prova

    3/5
  • Planalto Reserva 2013

    Graduação:
    12.5%
    Preço:
    4.35€

    O branco de combate da Ferreirinha é uma aposta segura. Nos últimos anos refinou o seu estilo, tornou-se mais elegante e realçou a sua dimensão de jovialidade e frescura.

    Nota de prova

    2,5/5
  • Quinta do Estanho Reserva 2011

    Castas:
    Tinta Roriz (45%), Touriga Nacional (20%), Touriga Franca (15%), Sousão (15%), Outras (5%)
    Graduação:
    15% vol
    Preço:
    10€

    As encostas do vale do Pinhão são pródigas na produção de vinhos encorpados, com músculo e potência, e este tinto da Quinta do Estanho não foge à regra.

    Nota de prova

    3,5/5
  • Quinta da Manoella Vinhas Velhas

    Castas:
    Várias
    Graduação:
    14,5% vol
    Preço:
    60€

    Um vinho que mostra o melhor do Douro.

    Nota de prova

    4/5
  • Duas Quintas Branco Reserva 2013

    Castas:
    Rabigato (70%), Viosinho, Folgazão e Arinto
    Graduação:
    13% vol
    Preço:
    16,50€

    Uma parte deste branco (25% do lote) passou por madeira e sofreu um estágio parcial de nove meses em borras finas.

    Nota de prova

    3,5/5
  • Sandeman Porto Tawny Muito Velho Cask 33

    Castas:
    Várias
    Graduação:
    20% vol
    Preço:
    630€

    Um Porto velho e especial. E não é o vinho do Porto mais antigo que a Sogrape tem nas suas caves.

    Nota de prova

    5/5
  • Mafarrico Branco 2013

    Castas:
    Várias
    Graduação:
    13,5%
    Preço:
    6,85€

    Lote de várias castas brancas provenientes de vinhas velhas, é um branco muito Douro, rico de aroma (fruta branca, algum citrino e flores) e sabor apelativo.

    Nota de prova

    3/5
  • Mirabilis Grande Reserva 2013

    Castas:
    Viosinho, Gouveio e vinha velha misturada
    Graduação:
    14% vol
    Preço:
    28,5€

    Os grandes vinhos brancos do mundo não têm 14% de álcool. Pode haver alguns bons vinhos, mas aqueles que nos deixam a salivar são sempre vinhos de pouco álcool e muita frescura.

    Nota de prova

    3,5
  • Chronicle Vineyards 2012

    Castas:
    Touriga Nacional (75%), Touriga Franca (25%), Tinta Roriz
    Graduação:
    13,5%
    Preço:
    12,50€

    O caminho no sentido da elegância e da frescura em detrimento da concentração e da fruta faz-se também pelos novos produtores do Douro Superior.

    Nota de prova

    3/5
  • Guru Branco 2013

    Castas:
    Várias
    Graduação:
    12,5% vol
    Preço:
    24,80€

    Irmão do tinto Pintas, o Guru está situado, até pelo preço, no patamar dos melhores brancos do Douro.

    Nota de prova

    3,5/5
  • Duas Quintas Reserva Tinto 2012

    Castas:
    Touriga Nacional, Touriga Franca e Tinta da Barca
    Graduação:
    14% vol
    Preço:
    25€

    Delicioso de aroma, bastante musculado mas também cheio de elegância, de sabor muito agradável e prolongado.

    Nota de prova

    3,5/5
  • Séries - Samarrinho Branco

    Castas:
    Samarrinho
    Graduação:
    13% vol
    Preço:
    14€

    Um branco único e muito prometedor para o Douro. O projecto dá pelo nome de “séries”, mas a coisa é mesmo importante e séria.

    Nota de prova

    4/5
  • Sagrado Branco 2013

    Castas:
    Rabigato (62%), Gouveio (23%), Viosinho (12.5%), Códega do Larinho (2.5%)
    Graduação:
    13% vol
    Preço:
    8,70€ (no vinhoweb.pt)

    Um belo branco, aprimorado e complexo.

    Nota de prova

    3,5/5
  • Antónia Adelaide Ferreira Branco 2012

    Castas:
    Arinto (60%), Viosinho (40%)
    Graduação:
    14,5% vol
    Preço:
    40€

    Um branco para os pergaminhos de Dona Antónia.

    Nota de prova

    4/5
  • Sagrado 2010

    Castas:
    Touriga Nacional (49%), Touriga Franca (11%), Tinta Amarela (10%), Vinhas Velhas (30%)
    Graduação:
    13,5% vol
    Preço:
    8,90€ (no vinhoweb.pt)

    Vinho potente, com uma rusticidade que lhe aponta aptidão gastronómica.

    Nota de prova

    3/5
  • Ferreira Dona Antónia Porto Reserva Branco

    Castas:
    várias brancas
    Graduação:
    20%
    Preço:
    11,90€

    Frescura, notas a frutos secos, especiarias e madeira exótica.

    Nota de prova

    3,5/5
  • Pacheca Colheita Branco 2014

    Castas:
    Viosinho, Gouveio, Cerceal, Malvasia Fina, Moscatel Galego
    Graduação:
    12,5% vol
    Preço:
    4,99€

    Branco multicastas fresco, leve e jovial que se destaca pela exuberância do seu aroma (fruta cítrica e tropical em compita com notas de rosas) e pelo frutado do seu paladar.

    Nota de prova

    2/5
  • Quinta dos Castelares Branco 2014

    Castas:
    Códega do Larinho, Rabigato, Gouveio
    Graduação:
    13,5% vol
    Preço:
    4€

    Bom equilíbrio.

    Nota de prova

    2,5/5
  • Quinta do Vallado Prima 2014

    Castas:
    Moscatel
    Graduação:
    12,5% vol
    Preço:
    7,99€ (no El Corte Inglés)

    Fresco e gastronómico.

    Nota de prova

    3,5/5
  • Cottas Branco 2014

    Castas:
    Arinto, Viosinho e Gouveio
    Graduação:
    13% vol
    Preço:
    7€

    Um vinho com castas e ADN do Douro, proveniente do concelho de Murça, onde têm origem alguns dos melhores brancos da região.

    Nota de prova

    3/5
  • Palato Reserva 2011

    Castas:
    Touriga Nacional, Touriga Franca e Roriz
    Graduação:
    14,5% vol
    Preço:
    12€

    O que mais se destaca neste vinho é a exuberância da fruta (do pomar e do bosque) que se encontra tanto no nariz como na boca.

    Nota de prova

    3,5/5
  • Cottas Reserva Branco 2012

    Castas:
    Rabigato, Viosinho, Arinto e Códega do Larinho
    Graduação:
    13% vol
    Preço:
    13€

    Para já, um vinho para harmonizar com comidas específicas.

    Nota de prova

    3,5/5
  • Lua Cheia em Vinhas Velhas Branco 2014

    Graduação:
    12,5% vol
    Preço:
    4,30€

    Aroma vivo de fruta de polpa branca, notas florais, muito limpo e preciso.

    Nota de prova

    4/5
  • Quinta de Cidrô Sauvignon Blanc 2014

    Graduação:
    13.5%
    Preço:
    11€

    Um branco que reúne o melhor de dois mundos

    Nota de prova

    3/5
  • Dona Matilde Branco 2014

    Castas:
    Arinto, Rabigato, Gouveio, Viosinho
    Graduação:
    13.5%
    Preço:
    8,90€

    Os vinhos desta propriedade da família que outrora foi proprietária da Porto Barros continuam a crescer de ano para ano.

    Nota de prova

    3,5/5
  • Pomares Moscatel Galego 2014

    Castas:
    Moscatel Galego
    Graduação:
    13,5% vol.
    Preço:
    6,80€

    Um Moscatel “terpénico” para o Verão.

    Nota de prova

    3/5
  • Coroa d’Ouro Branco 2014

    Castas:
    Códega, Rabigato, Arinto e Moscatel
    Graduação:
    13%
    Preço:
    4€

    Um branco que é uma autêntica pechincha.

    Nota de prova

    3,5
  • Tons de Duorum Branco 2014

    Castas:
    Viosinho, Rabigato, Gouveio, Arinto e Moscatel
    Graduação:
    13% vol
    Preço:
    3,99€

    Jovial e com aroma expressivo.

    Nota de prova

    2,5/5
  • Pomares Branco Gouveio 2014

    Castas:
    Viosinho, Rabigato e Gouveio
    Graduação:
    13,5% vol
    Preço:
    6,80€

    Os brancos da Quinta Nova têm todos um teor alcoólico um pouco elevado.

    Nota de prova

    2,5/5
  • Quinta da Terrincha

    Castas:
    Viosinho e Rabigato
    Graduação:
    13% vol
    Preço:
    6€

    Um branco novo sem fruta mas magnífico

    Nota de prova

    3,5/5
  • Adega de Favaios Bruto Grande Reserva 2006

    Castas:
    Moscatel Galego
    Graduação:
    12,2% vol.
    Preço:
    19€

    São boas notícias para o reino da Moscatel.

    Nota de prova

    4/5
  • Quinta da Romaneira Reserva Branco 2014

    Castas:
    Malvasia Fina e Gouveio
    Graduação:
    13% vol
    Preço:
    12,50€

    Delicioso, atraente e com um óptimo equilíbrio entre as suas componentes.

    Nota de prova

    3,5/5
  • Cambridge Ice White Porto

    Castas:
    Várias
    Graduação:
    20% vol
    Preço:
    10 euros

    Vai um Porto Ice?

    Nota de prova

    3/5
  • Alta Pontuação Branco 2014

    Graduação:
    13% vol
    Preço:
    7€

    Não há uma, mas duas características neste vinho que o tornam apelativo: as suas sugestões de alperce no nariz e uma textura sedosa que se impõe na boca.

    Nota de prova

    3/5
  • Bons Ares Branco 2014

    Castas:
    Sauvignon Blanc (40%) e castas tradicionais do Douro
    Graduação:
    13,5%
    Preço:
    9€

    O ano de 2014 foi, no geral, bom para os brancos. Este Bons Ares nasceu nesse contexto, o que só serve para elevar o padrão médio de qualidade que este vinho apresenta ano após ano.

    Nota de prova

    3,5/5
  • Adega de Favaios Moscatel Colheita 1999

    Castas:
    Moscatel Galego
    Graduação:
    18,5% vol
    Preço:
    30€

    Um novo e grandioso Moscatel Colheita de Favaios.

    Nota de prova

    4/5
  • Duas Quintas Reserva Branco 2014

    Graduação:
    13%
    Preço:
    20€

    O Duas Quintas Reserva tornou-se uma referência entre as mais altas estirpes de brancos dos durienses da nova geração.

    Nota de prova

    4/5
  • Dina Aguiar Grande Reserva 2011

    Castas:
    Touriga Nacional (80%), Sousão (20%)
    Graduação:
    14% vol
    Preço:
    14,50€ (em coisasdoarcodovinho.pt)

    Nota de prova

    87
  • Quinta dos Murças Reserva 2011

    Graduação:
    14,5%
    Preço:
    22€

    Nota de prova

    93
  • Cafeína Porto 20 anos

    Graduação:
    20%
    Preço:
    31,50€

    Nota de prova

    90
  • Andreza Grande Reserva 2013

    Castas:
    Touriga Franca e Touriga Nacional
    Graduação:
    14%
    Preço:
    20,48€ (em vinhoweb.pt)

    Em busca de um Douro mais delicado, contido e sedutor.

    Nota de prova

    92
  • Quinta dos Frades Vinhas Velhas Grande Reserva 2011

    Castas:
    Touriga Franca e outras de vinhas velhas
    Graduação:
    14,5% vol
    Preço:
    28,50€

    Mais um Douro imponente de 2011.Quando nos perguntam sobre qual é a mais bela quinta do Douro, nunca conseguimos dar uma resposta imediata.

    Nota de prova

    90
  • Apegadas Branco Premium 2014

    Castas:
    Gouveio, Viosinho, Rabigato, Malvasia Fina
    Graduação:
    13%
    Preço:
    8,50€

    Um branco com tudo no lugar para se beber com prazer.

    Nota de prova

    88
  • Apegadas Quinta Velha Reserva 2013

    Castas:
    Touriga Nacional, Touriga Franca, Tinta Barroca
    Graduação:
    13,5%
    Preço:
    13,85€

    Poderoso na expressão da fruta, com tanino seco a garantir tensão e boas notas de madeira a conferir complexidade.

    Nota de prova

    88
  • Apegadas Quinta Velha 2013

    Castas:
    Touriga Franca, Tinta Roriz, Tinta Barroca e Touriga Nacional
    Graduação:
    14%
    Preço:
    7,80€

    Um Douro de vinhas velhas produzido a partir de um lote que estagiou parcialmente em carvalho francês (50% do total).

    Nota de prova

    84
  • Quinta do Couquinho Colheita 2013

    Castas:
    Touriga Nacional, Touriga Franca e Sousão
    Graduação:
    14,5% vol
    Preço:
    12€

    Um belo tinto.

    Nota de prova

    88
  • Tons de Duorum Branco 2015

    Castas:
    Viosinho, Rabigato, Verdelho, Arinto e Moscatel Galego
    Graduação:
    12,5% vol
    Preço:
    3,99€

    Perfeito para os dias de calor.

    Nota de prova

    83
  • Andreza Touriga Nacional/Touriga Franca

    Graduação:
    13,5%
    Preço:
    9,46€(em vinhoweb.pt)

    A impressão de fruta vermelha madura, com sugestões de pimentão e espargos, fazem prenunciar um vinho carregado e excessivo na boca.

    Nota de prova

    84
  • Morgadio da Calçada Branco Reserva 2013

    Graduação:
    13%
    Preço:
    20.95

    A altitude das vinhas do Morgadio da Calçada, nas imediações do planalto que segue até Sabrosa, têm óptimas condições para a produção de vinhos brancos com intensidade e frescura.

    Nota de prova

    87
  • PÔPA VV Tinto 2011

    Castas:
    Vinhas velhas misturadas
    Graduação:
    14,5% vol
    Preço:
    25€

    Além de uma bela história de amor ao Douro, à vinha e ao esforço das suas gentes, a Quinta do Pôpa é também um dos mais interessantes e bem estruturados projectos lançados na região na década passada.

    Nota de prova

    93
  • Tons de Duorum Branco 2015

    Castas:
    Viosinho, Rabigato, Arinto, Verdelho, Moscatel Galego
    Graduação:
    12.5%
    Preço:
    3.75€

    Aromas cítricos, boa envolvência na boca.

    Nota de prova

    81
  • Papa Figos Reserva Branco 2015

    Castas:
    Várias
    Graduação:
    12,5%
    Preço:
    6,49€

    Com base em uvas do Douro Superior, a casa Ferreirinha oferece-nos como novidade de patamar intermédio um grande branco.

    Nota de prova

    88
  • Quinta da Romaneira Branco Reserva 2015

    Castas:
    Malvasia e Gouveio
    Graduação:
    13%
    Preço:
    12,50€

    A Romaneira é, por tradição, casa de grandes Porto e grandes tintos. E começa a ser cada vez mais emblema de belíssimos brancos. Como este reserva.

    Nota de prova

    90
  • Quinta Dona Mafalda Vinhas Velhas 2013

    Graduação:
    14%
    Preço:
    21€

    Stephen Christie é um nome há muito ligado ao vinho do Porto.

    Nota de prova

    92
  • Pôpa TN 2011

    Castas:
    Touriga Nacional
    Graduação:
    14% vol
    Preço:
    16€

    Aqui está um bom exemplo a mostrar que a Touriga Nacional nem sempre é floral e impositiva.

    Nota de prova

    91
  • Andreza Grande Reserva Branco 2013

    Castas:
    Viosinho, Verdelho, Rabigato e Arinto
    Graduação:
    13%
    Preço:
    14,30€

    Um branco muito gastronómico que, apesar da acentuada nota de madeira, garante uma boa vivacidade para estes dias de calor.

    Nota de prova

    89
  • Andreza Códega do Larinho 2015

    Graduação:
    12%
    Preço:
    6,35€ (em www.uvinum.pt)

    A Códega do Larinho é uma casta que por regra carece de acidez — vale mais pelo seu potencial aromático.

    Nota de prova

    86
  • Quinta da Romaneira Reserva 2011

    Castas:
    Touriga Nacional (80%) e Touriga Franca (20%)
    Graduação:
    13,5%
    Preço:
    44€ (em www.creative-gourmet.com)

    Um vinho grandioso de uma vindima para recordar.A vindima de 2011 no Douro deixou um rasto de Portos vintage que hão-de ser recordados por muitas décadas.

    Nota de prova

    94
  • Lavradores de Feitoria Branco 2015

    Graduação:
    12,5%
    Preço:
    3,95€

    Boa relação qualidade-preço.

    Nota de prova

    85
  • Crasto Branco 2015

    Castas:
    Gouveio, Rabigato, Viosinho
    Graduação:
    12%
    Preço:
    9,40€

    Um branco produzido com a triologia de castas que começa a formar o pilar essencial da moderna geração de brancos durienses.

    Nota de prova

    85
  • Adega de Vila Real Malvasia Fina 2015

    Graduação:
    13,5% vol
    Preço:
    10,49€

    Aroma pronunciado de fruta de polpa branca, notas apetroladas da casta acentuadas pelo estágio em carvalho francês, num conjunto exótico e distinto.

    Nota de prova

    86
  • Três Bagos Reserva 2013

    Castas:
    Touriga Nacional, Touriga Franca, Tinta Roriz
    Graduação:
    14%
    Preço:
    9€

    É difícil não gostar deste vinho. Pelo seu aroma quente e intenso do Douro, com fruta madura, notas fumadas que indiciam uma barrica muito fina e bem integrada e sugestões de especiaria.

    Nota de prova

    89
  • Duas Quintas Branco 2015

    Castas:
    Rabigato (60%), Viosinho (30%) e Arinto (10%)
    Preço:
    9,75€

    A fórmula dos Duas Quintas branco está cada vez mais afinada.

    Nota de prova

    88
  • Bons Ares Branco 2015

    Castas:
    Rabigato, Viosinho e Sauvignon Blanc
    Graduação:
    14% vol
    Preço:
    8,60€

    Das duas quintas que fornecem uvas para os vinhos Duas Quintas, da Ramos Pinto, a dos Bons Ares é a que se situa a uma altitude mais alta, dando origem a vinhos mais frescos.

    Nota de prova

    85
  • Palato do Côa Códega do Larinho 2015

    Castas:
    Códega do Larinho
    Graduação:
    12,5% vol
    Preço:
    10,45€

    Branco de uma casta com cada vez mais adeptos, devido à sua exuberância aromática e deliciosa acidez natural.

    Nota de prova

    89
  • Quinta dos Poços Branco 2015

    Castas:
    Rabigato, Viosinho e Gouveio
    Graduação:
    12,5% vol
    Preço:
    5,50€

    O triunvirato de castas deste vinho é do melhor que há no Douro - Rabigato, Viosinho e Gouveio -, mas o resultado fica muito aquém das expectativas.

    Nota de prova

    80
  • Quinta do Síbio

    Castas:
    Vinhas velhas misturadas com predominância de Viosinho
    Graduação:
    13% vol
    Preço:
    15€

    Vinho de grande complexidade e carácter que resulta de mistura de castas em vinhas velhas, tal como acontecia com os Douro antigos.

    Nota de prova

    91
  • Quinta do Monte Xisto 2014

    Castas:
    Touriga Nacional (50%), Touriga Franca (45%) e Sousão (5%)
    Graduação:
    15%
    Preço:
    55€

    Um tributo à harmonia num vinho cheio de alma. A quarta edição do Quinta do Monte Xisto que João Nicolau de Almeida produz com os filhos João e Mateus numa vinha de dez hectares no Douro Superior é uma boa oportunidade para nos confrontarmos com algumas ideias que dizemos a cada passo sobre os vinhos.

    Nota de prova

    94
  • Palato do Côa Branco 2015

    Castas:
    Rabigato, Viosinho e outras Graduação: 13% vol
    Graduação:
    13% vol
    Preço:
    8,50€

    Este branco da Muxagata, Douro Superior, tem mostrado uma assinalável consistência.

    Nota de prova

    88
  • Quinta do Estanho Branco 2015

    Castas:
    Malvasia Fina (35%), Arinto (25%), Gouveio (20%), Rabigato (10%), Viosinho (10%)
    Graduação:
    14% vol
    Preço:
    7€

    Fazer vinho branco nas encostas tórridas do vale do Pinhão não é tarefa fácil.

    Nota de prova

    80
  • Couquinho Superior Branco 2015

    Castas:
    Rabigato e Viosinho
    Graduação:
    13% vol
    Preço:
    9,95€

    Um branco do Douro Superior, uma zona quente, mas com uma boa frescura.

    Nota de prova

    88
  • Duas Quintas Reserva Branco 2015

    Castas:
    Rabigato (80%), Gouveio e Folgazão
    Graduação:
    13% vol
    Preço:
    15€

    Há anos em que este branco da Ramos Pinto “descamba” um pouco no álcool, surgindo maduro de mais. Mas não é o caso deste 2015.

    Nota de prova

    91
  • Lacrau Branco Old Vines 2013

    Castas:
    Códega do Larinho, Folgasão e Gouveio
    Graduação:
    13,5% vol
    Preço:
    17,90€ (comprado na garrafeira Empor Spirits&Wine, Lisboa)

    Este Lacrau não pica e é bom.

    Nota de prova

    91
  • Assobio Branco 2016

    Castas:
    Verdelho, Gouveio, Rabigato e Códega do Larinho
    Graduação:
    12,5% vol
    Preço:
    7,49€

    Mais interessante, até por estar mais equilibrado, do que o Rosé.

    Nota de prova

    87
  • Quanta Terra Branco 2007

    Graduação:
    13% vol
    Preço:
    35€

    Um branco com 10 anos, exótico, complexo e subtil.

    Nota de prova

    92
  • Borges Reserva Branco 2015

    Castas:
    Gouveio e Viosinho
    Graduação:
    13,5%
    Preço:
    8,81€ (em wine.pt)

    Um branco com madeira e estágio em borras finas que consegue garantir um bom compromisso entre a jovialidade da fruta que se exige a um branco para a estação que se aproxima e a complexidade que lhe dá poder de fogo para comidas mais exigentes.

    Nota de prova

    86
  • Quanta Terra Grande Reserva Branco 2014

    Graduação:
    13% vol
    Preço:
    17,70€

    O grande perigo que os brancos com madeira correm é de perder a sua identidade no decorrer do seu estágio.

    Nota de prova

    91
  • Boina Branco 2016

    Castas:
    Viosinho, Rabigato, Códega do Larinho e Síria
    Graduação:
    12% vol
    Preço:
    9,90€

    Possui uma frescura e uma secura magníficas, que o recomendam para a mesa.

    Nota de prova

    88
  • Couquinho Superior Branco 2016

    Castas:
    Viosinho e Rabigato
    Graduação:
    13% vol
    Preço:
    11€

    Um dos brancos mais pontuados no último concurso de vinhos do Douro Superior (foi medalha de ouro).

    Nota de prova

    90
  • Maçanita Gouveio by Joaninha 2016

    Graduação:
    12,5% vol
    Preço:
    18€

    A frescura aromática deste vinho é impressionante – maçã verde, erva fresca, notas limonadas.

    Nota de prova

    90
  • Olho de Mocho Reserva 2015

    Castas:
    Antão Vaz
    Graduação:
    13% vol
    Preço:
    11,50€

    Este branco apresenta-se com volume de boca, mas o risco de fazer um Antão Vaz extreme tem custos — até para uma casa que aqui recebeu elogios pelo seu Alvarinho (uma delícia) e pelo seu Branco 2016.

    Nota de prova

    85
--%>